PERGUNTAS FREQUENTES

Esclarecemos todas as suas questões

O que são Comunidades de Energia*

O que é uma Comunidade de Energia*?

Acontece quando famílias, cidadãos, entidades públicas e privadas produzem, consomem e partilham entre si energia mais limpa e mais barata. A Comunidade de Energia* coloca todas as pessoas no centro do sistema elétrico. Painéis solares são instalados nos espaços disponibilizados pelos Produtores, a energia é produzida para próprio consumo e a remanescente (não consumida) distribuída pelos com os restantes membros da Comunidade, os Consumidores.

Sou uma entidade pública ou privada. Como posso aderir à Greenvolt Comunidades?

Pode aderir à Greenvolt Comunidades seja como Produtor ou Consumidor. Isto dependerá se terá espaço para colocar painéis solares e a exposição solar dos mesmos. Se não tiver espaço, poderá poupar também caso tenha um produtor de energia até 2 a 4km de distância. Simule aqui quanto a sua instituição poderá poupar connosco!

Uma Comunidade pode ter várias Produtores de Energia?

Sim pode. Com mais Produtores ficará menos dependente da rede convencional, rentabilizará de melhor forma a sua energia partilhada e cobrirá eficientemente os picos de consumo. E assim toda a comunidade tem energia mais limpa e mais barata.

Existe um número máximo de membros numa Comunidade de Energia*?

Não, desde que ainda exista energia para ser partilhada e os interessados estejam até 2 a 4km de raio de distância, estamos sempre prontos a receber mais membros nas nossas comunidades de energia.

Produtor – Quem produz e consome energia mais limpa e mais barata

Posso começar a produzir energia a partir de que área (m2)?

Cada caso é único, no entanto, recomendamos a partir dos 500 m2 de área útil para produzir energia mais limpa e mais barata para a sua comunidade de energia*. Contacte-nos aqui.

Já tenho uma UPAC instalada, posso criar uma Comunidade de Energia* convosco na mesma?

Boas notícias: não precisa de mandar abaixo o que já instalou. Depois de analisarmos a sua UPAC, poder-se-á aproveitar a atual e instalar mais capacidade para produzir maior quantidade de energia – assim poderá partilhar energia mais limpa, mais barata e para todos da sua Comunidade de Energia*.

Qual a diferença entre uma CER (Comunidade de Energia Renovável) e um ACC (Autoconsumo Coletivo)?

Com a CER poderá ter uma produção que cobre o consumo e uma maior quantidade de energia para ser partilhada com os restantes membros da comunidade. Energia mais limpa, mais barata e para todos.

Porquê estar numa Comunidade de Energia e não num Autoconsumo Individual?

Ao aderir a uma Comunidade de Energia* connosco terá a oportunidade de:

  1. Instalar painéis sem investimento inicial
  2. Pagar apenas o que consome (num dia que consuma menos energia, pagará menos também) o que resultará numa redução na fatura.
  3. Rentabilizar a energia consumida através da partilha da mesma com a comunidade a um preço mais atrativo que o CUR.
  4. Melhorar o valor do seu ativo
  5. Reduzir o preço que paga pela sua energia
  6. Diminuir a pegada ecológica
  7. E ainda… permitir que os consumidores da Comunidade de Energia* paguem menos pela energia consumida.

Quais as condições ideais para se criar uma Comunidade de Energia*?

  1. Existência de espaços com disponibilidade e utilidade para produção de energia pelo(s) Produtor(es).
  2. O autoconsumo do Produtor é inferior ao total de produção de energia.
  3. Existência de aglomerados habitações, industriais e/ou comerciais à volta do produtor (até 2 a 4km) com quem poderá partilhar energia remanescente.
  4. Vontade para partilhar um futuro com energia mais limpa, mais barata e para todos!

Quando a energia que produzo não é suficiente para o meu consumo, posso consumir de outros Produtores da Comunidade de Energia*?

Sim pode, basta a sua Comunidade de Energia* ter mais que um Produtor. Caso a sua produção não seja suficiente num pico de consumo, poderá recorrer à energia produzida de outros Produtores da sua Comunidade de Energia*. E assim, a energia continua a ser mais limpa, mais barata e para todos.

Quais as vantagens de partilhar a energia não consumida com os restantes membros da minha comunidade?

Ao partilhar a energia excedente da sua produção com os membros da comunidade, partilhará com uma melhor tarifa de rentabilização que a do CUR** e ajudará a diminuir o preço da energia dos membros consumidores da sua comunidade.

Já sou remunerado pelo CUR** – qual a diferença de partilhar energia através da Greenvolt Comunidades?

Connosco conseguirá uma melhor rentabilização pelo seu excedente de energia! E além disso, ainda produz energia mais limpa e mais barata para todos os membros da sua comunidade! Faça parte da transição energética, basta falar connosco aqui.

Tenho mais que 1 edifício próximos uns dos outros, todos podem beneficiar das vantagens de adesão à Greenvolt Comunidades?

  1. Se todas as instalações forem em MT (média tensão), pode juntar as suas instalações que estejam no raio de 4 km. Se forem de BT (Baixa Tensão) poderá juntar as que estejam no raio de 2 km.
  2. A nossa empresa tem instalações no país inteiro, posso juntar todas numa só comunidade?
    1. E porque não criar várias comunidades de energia de forma fácil e eficiente connosco? Contacte-nos aqui.

Tenho várias sociedades no grupo, sendo diferentes designações sociais, podem fazer parte da mesma comunidade?

Para participar numa Comunidade de Energia* é necessário que tenham diferentes CPEs.

Tenho de mudar de comercializador para aderir a uma Comunidade de Energia*?

Não. Basta aderir à Greenvolt Comunidades e nós tratamos do resto.

Como posso gerir a energia produzida e da minha comunidade?

Os nossos clientes terão acesso exclusivo à nossa ferramenta que apoiará na monitorização e gestão da(s) sua(s) comunidades de energia.

Consumidor – Quem consome energia mais limpa e mais barata

Como posso fazer parte de uma Comunidade de Energia*?

Simule a sua poupança e no final entramos em contacto consigo.

Preciso de terminar o contrato com a minha atual comercializadora para aderir à Greenvolt Comunidades?

Não. Basta aderir à Greenvolt Comunidades e o resto tratamos nós!
Ao aderir à Greenvolt Comunidades, passa a ter uma opção de fonte de energia renovável com zero obrigatoriedades contratuais e letra pequenas. Apenas desejamos partilhar um futuro consigo com energia mais limpa e mais barata.

O que são Comunidades Inclusivas

O que são Comunidades Inclusivas?

As Comunidades Inclusivas são uma forma de produção e partilha de energia limpa e mais barata, favorecendo o setor social através de benefícios dedicados às necessidades do mesmo.

Qual a vantagem da Comunidade Inclusiva face a outro tipo de Comunidades de Energia?

A Greenvolt Comunidades oferece ao Membro Produtor da Comunidade Inclusiva os custos de desenvolvimento (serviços iniciais de criação e implantação da Comunidade), adicionalmente, reduz os custos de dinamização e angariação de membros bem como os de gestão da Comunidade e O&M. Para além disso, ao aderir às Comunidades Inclusivas o Membro Produtor conseguirá uma redução de 50% ou mais na tarifa de eletricidade e poderá oferecer até 50% do excedente a beneficiários de tarifa social de eletricidade.

Como são selecionados os beneficiários?

Os beneficiários da energia diurna de uma Comunidade Inclusiva serão selecionados com base na sua localização (têm de estar até entre 2 a 4km de raio de distância da instituição) e se são beneficiários da tarifa social de eletricidade.

Existe um número máximo de beneficiários? / Quantos beneficiários pode haver por comunidade?

A quantidade de beneficiários depende da quantidade de energia produzida e autoconsumida pela instituição, depois é possível entender qual o potencial de quantidade de energia que pode ser partilhada.

Quanto tempo é que demora até que uma Comunidade de Energia esteja em pleno funcionamento?

Cada Comunidade Inclusiva é única, no entanto, é esperado que uma Comunidade seja criada em média por um período entre 3 e 6 meses desde a adjudicação do Membro de Produtor ao início da partilha.

Se for uma instituição, como sei que posso ser produtor?

Existem alguns critérios para ser Membro Produtor, como por exemplo: possuir infraestruturas e/ou terrenos para instalação de energia solar superiores a 500m2, a instituição tem de estar localizada em aglomerados habitacionais, industriais e comerciais (potenciais membros da comunidade num raio de até entre 2 e 4 km), possuir consumos de energia significativos e interesse em reforçar a presença na comunidade bem como em contribuir positivamente para o ambiente.
Contacte-nos aqui e ajudamos a sua instituição a entender qual a melhor forma para aderir a uma Comunidade de Energia.

*A designação “Comunidades de Energia” abrange as figuras legais de Autoconsumo Coletivo e Comunidades de Energia Renovável.

*CUR = Comercializador de Último Recurso